Três Maldições da Liderança

ST0P4y5

Se você é um líder, o insucesso é algo que você não poderá evitar sempre. Por vezes, tomará decisões erradas, porque  nem sempre conseguirá dimensionar a situação com precisão. Outras vezes, você vai tomar as decisões certas, mas apenas para assistir as circunstâncias tirarem o seu controle e transformá-las em decisões erradas. Você vai contratar pessoas erradas, confiar em pessoas que se mostrarão não confiáveis, e vai até lançar programas que já estarão mortos em seu início…

Todas essas falhas de liderança são normais, mas podem ser superadas. No entanto, há tipos de falhas que são quase impossíveis de superar. Você deve evitar aquilo que chamo de: As Três Maldições da Liderança.

 

“Nunca se esqueça de que as pessoas não vão julgar sua organização, equipe, ou liderança pela forma como você começou tudo. Elas vão julgar você pela forma como você liderou ao longo do tempo”.

 

A primeira é a Maldição da Presunção. Claro que existem muitos líderes com uma longa lista de falhas. Mas se você olhar de perto, vai perceber que suas falhas iniciais eram pelo “exagerado grau de confiança”. Elas ocorreram em relativa obscuridade. Mas essas falhas, por vezes, acontecem sob o brilho dos holofotes e diante do público, e a resposta das multidões é muito diferente do que se espera. Quando o líder acha que é o “cara” e que sabe tudo, beija essa maldição… Esse tipo de falha não irá preparar o líder para o futuro. Ela vai destruir o seu futuro. Esbanjar confiança e acreditar na alta credibilidade pode ser um erro fatal. O descrétito é cruel com o líder presunçoso.

A segunda é a Maldição do Exagero. Infelizmente, boa parte dos líderes parecem ser atraídos pelo o ato de exagerar. Eles querem começar as coisas com um “estrondo”. Eles querem resultados fantásticos urgentes. Assim, podem facilmente cair na armadilha do exagero.

As grandes multidões de seguidores e o entusiasmo não são algo para celebrar, se esses diminuirem rapidamente. Uma ideia grande e rápida que aparece e desaparece rapidamente é um desastre. Isso significa que sua palavra será: “Eu tentei, mas não era uma ideia muito boa…”.

É muito melhor começar devagar, fazendo os ajustes necessários e criando uma dinâmica ao longo do tempo. Nunca se esqueça de que as pessoas não vão julgar sua organização, equipe, ou liderança pela forma como você começou tudo. Elas vão julgar você pela forma como você liderou ao longo do tempo.

Por fim, temos a Maldição da “Ideia minuto a minuto”. Nós todos conhecemos líderes que não conseguem resistir a uma ideia nova. São os “caça inovação”. Alguns são viciados em Conferências e Workshops. Eles vêm com uma infinidade de ideias, tudo ao mesmo tempo. Esse tipo de atitude, “Ideia minuto a minuto”, pode ser inicialmente emocionante, especialmente quando há um líder carismático no pedaço, pois esse tem uma habilidade inata para fazer toda ideia parecer a próxima grande ideia…

Mas, depois de um tempo, a maioria das pessoas entendem isso como falácia. Então, em vez de colaborar, elas fingem concordar, mas não fazem nada. Elas aprenderam que “a ideia é mais uma que também passará”… Assim, elas continuam fazendo o que estavam fazendo antes, enquanto as novatas que não perceberam isso, ainda largam tudo para surfar na última onda… No final, toda a energia foi usada e nada aconteceu…

Assim, se e você é um líder, saiba que não existe uma maneira eficaz de evitar o “fracasso”, porém, também não existe uma maneira de ter sucesso sem tentar. Apesar disso, você pode tentar liderar sem cometer essas maldições contra a sua própria liderança. Pense nisso!

Anúncios

Deixe seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s