Stephen Hawking avisou, Stephen Hawking falou…

Quem não se lembra dos seriados espaciais? Buck Rogers, Jornada nas Estrelas, Galáctica, Perdidos no Espaço, Flash Gordon e outros foram responsáveis pela semeadura no imaginário humano de um futuro longe da terra. Nos tempos da “guerra fria” a corrida espacial entre americanos e soviéticos alimentava a idéia de que numa terra destruída por bombas atômicas, o futuro era a conquista do espaço.

Ainda me lembro das palavras de abertura dos episódios da série Jornada nas Estrelas (Star Trek): “O espaço, a fronteira final… Essas são as viagens da nave estelar Enterprise, em sua missão de cinco anos, para explorar novos mundos, buscar novas formas de vida, novas civilizações. Audaciosamente indo, onde nenhum homem jamais esteve”… Era a fala que retratava um grande dominador: o homem.

O tempo passou, o planeta Terra não foi destruído, e em pleno século XXI o ser humano percebeu que não vai há lugar nenhum nas próximas décadas. Não se fala mais em conquistar planetas ou morar em naves espaciais. Mesmo assim, se nutre o desejo de conhecer e dominar vidas extraterrestres…

Mesmo o desconhecido, milhares de galáxias, sóis e planetas apresentando a dimensão de nossa pequenez, permanecemos com a nossa capacidade de dominar e destruir o outro e a nos mesmos.

“não podemos considerar que os cérebros são igualmente universais em seus funcionamentos, se nem na Terra eles são…”

Hoje, percebe-se que é mais importante cuidar do lugar onde se mora, pois o imaginário espacial não é tão amplo para abrigar a todos os dominadores. O desafio agora é pensar se no futuro existirá um planeta possível para as próximas gerações.

Contudo, recentemente o renomado físico britânico Stephen Hawking (falecido na quarta-feira, 14/03/18 aos 76 anos) sugeriu que os seres humanos devem evitar fazer contato com seres extraterrestres. Disse Hawking: “Se os alienígenas nos visitassem, as consequências seriam semelhantes às (que aconteceram) quando (Cristóvão) Colombo desembarcou na América, algo que não acabou bem para os nativos”, afirma. “Nós só temos que olhar para nós mesmos para ver como vida inteligente pode evoluir para alguma coisa que não gostaríamos de encontrar.”

Bem, Segundo Hawking passaríamos de dominadores para os dominados da história. Eu, particularmente não me inclino a essa hipótese do cientista pelo simples fato de que teríamos que considerar que o cérebro dos Aliens teriam que ter as mesmas características e funcionamento do limitado cérebro humano, cérebro esse que mantém a Homeostase e os Neurotransmissores trabalhando pela necessidade de guardar o valor biológico, a ponto de promover no ser humano a hostilidade e a ludicidade na sua “evolução”… Ou, seja, não podemos considerar que os cérebros são igualmente universais em seus funcionamentos, se nem na Terra eles são…

A verdade é que há muita chance de os extraterrestres não encontrarem vida humana neste planeta, se continuarmos a “dominá-lo.

Continuando assim conseguiremos; e tudo vai para o espaço mesmo…

Anúncios

Deixe seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s